Social Icons

TwitterFacebookGoogle PlusLinkedInRSS Feedemail

Pages

segunda-feira, 25 de março de 2013

Qual a Importância Dos Multivitamínicos (Polivitamínicos)

Galera estou aqui para contribuir aprofundando mais sobre as vitaminas e os suplementos multivitamínicos e sua importância que às vezes é deixada de lado, começando pela importância das vitaminas no corpo:

Vitamina A: Lipossolúvel, o excesso de vitamina A é armazenado no fígado. Mantém a pele, cabelos, ossos, visão, dentes e gengiva saudáveis. Trabalha em conjunto com as vitaminas B, D e E, cálcio, fósforo e zinco. Impede a oxidação da vitamina C.

Vitamina B1 (tiamina): Hidrossolúvel, transforma carboidratos em energia. Efeitos benéficos no sistema nervoso. Útil na digestão e crescimento. Cozimento, álcool, cafeína e antiácidos destroem a vitamina B1.

Vitamina B2 (riboflavina): Hidrossolúvel, mantém a pele saudável e ajuda na recuperação de tecidos. Útil na transformação de carboidratos, gorduras e proteínas em energia útil. Ajuda o organismo a aproveitar o oxigênio e é importante na formação de anticorpos vermelhos saudáveis. Reduz a fadiga da visão.

Niacina / Niacinamida: Hidrossolúvel, conhecida como vitamina B. Trabalham na transformação de gorduras, carboidratos e proteínas em energia. Importante nas funções cerebrais e revitalização da pele, também na manutenção do sistema nervoso e do aparelho digestivo.

Vitamina B6: Hidrossolúvel, conhecida também por Piridoxina. Faz dentes, gengivas e células sanguíneas fortes e nosso sistema nervoso funcionar perfeitamente. Papel importante na conversão de gorduras, carboidratos e proteínas em energia ativa. Ajuda na formação de anticorpos. Promove o equilíbrio do potássio e sódio no organismo.

Biotina: Hidrossolúvel, mantém a pele e sistema circulatório saudável. Quebra gorduras e proteínas. Papel importante no crescimento de cabelos. Ajuda no trabalho das vitaminas B.

Vitamina B12: Hidrossolúvel, também conhecida como cianocobalamina ou “vitamina vermelha”. Ajuda na formação do sangue, desenvolvimento dos glóbulos vermelhos e funcionamento do sistema nervoso. Trabalham na conversão de gorduras, carboidratos e proteínas em energia. Papel importante na concentração, equilíbrio e memória.

Vitamina C: Hidrossolúvel, proteção das células e destruição de tecidos danificados. Ajuda na resistência contra infecções. Importante na recuperação de doenças e necessário na formação de dentes e gengivas fortes. Fortalece vasos sanguíneos. Fumantes, pessoas sob stress, consumidores de álcool e idosos precisam de doses maiores.

Vitamina C - Ácido Ascórbico

Como as demais vitaminas, a Vitamina C não é produzida pelo organismo sendo encontrada em alguns alimentos. A vitamina C natural (dos alimentos) e a sintética (dos suplementos vitamínicos) são similares e possuem o mesmo poder de ação. A Vitamina C é importante porque participando de várias reações químicas do nosso organismo, estimula as defesas do organismo, fortalecendo o sistema imunológico, prevenindo contra gripes e resfriados. A vitamina C está envolvida na formação de ossos, dentes e sangue; e combate os radicais livres que destroem as células.

A vitamina C é indispensável para o perfeito funcionamento de todas as células. Desempenha importante papel no metabolismo celular, participando dos processos de óxido-redução. Através de sua atuação no transporte de elétrons, intervém em diversas reações metabólicas, tais como: hidroxilação da prolina durante a formação do tecido conjuntivo; oxidação das cadeias laterais de lisina em proteínas para fornecer hidroxitrimetil-lisina para a síntese de carnitina; síntese de noradrenalina e de hormônios corticoides pelas suprarrenais; conversão do ácido fólico em sua forma ativa de ácido folínico; metabolização microssomas de drogas; metabolismo de tirosina.

A vitamina C também desempenha um importante papel na proteção do organismo contra infecções, aumentando a função bactericida no sangue, participando ainda na formação de anticorpos. Possui também a propriedade de neutralizar a ação tóxica de produtos metabólicos e de várias toxinas bacterianas. A vitamina C tem influências múltiplas sobre o sangue, os órgãos hematopoiéticos e os vasos sanguíneos. Favorece a adesão das células endoteliais dos capilares, a ativação da trombina e estimula a atividade da medula óssea (produção de trombóticos, leucócitos e eritrócitos; absorção e aproveitamento do ferro; ativação do ácido fólico). O mau abastecimento orgânico de vitamina C pode ocorrer não só em consequência de alimentação deficiente, mas também devido a distúrbios de absorção, doenças infecciosas e ao estresse.

A carência de vitamina C manifesta-se por cansaço, resistência diminuída a infecções, sangramentos mucosos e cutâneos, retardo no tempo de cicatrização de feridas, gengivite, perda de dentes, anemia e alterações cutâneas (hiperceratose, obstrução de folículos pilosos, etc.).

Indicações

A vitamina C
é necessária nos seguintes casos:

gripes e resfriados, períodos de risco aumentado para doenças infecciosas, infecção prolongada e febre, terapia adjuvante de doenças crônicas ou graves, escaras, asma, diabetes, fumantes ativos e passivos, exposição á poluição ambiental, cicatrização de feridas, cirurgia, extração dentária, recém-nascidos a termo e prematuros,
distúrbios do desenvolvimento dos ossos e dentes, antibioticoterapia, anticonceptivos, barbitúricos, escorbuto ou estados pré-escorbuto, doença de Moeller-Barlow, sangramento das gengivas e doenças periodontais.

Porque fisiculturistas utilizam?

A vitamina C
tem efeito anti-catabólico, ela regula a liberação de cortisol (hormônio catabólico, que destrói a massa muscular) no corpo. O hormônio é liberado quando uma pessoa entra em estresse e também quando elevados esforços físicos são realizados. Também é utilizado no final de ciclos de anabolizantes, pois nesse momento os níveis de testosterona natural estão muito baixos, e quando a testosterona esta baixa o nível de cortisol sobe e acaba “comendo” parte da massa muscular adquirida.

Vitamina D: Lipossolúvel, conhecida como “vitamina do sol”. Mantém ossos e dentes fortes através do aumento da absorção de cálcio e fósforo. Obtida pela exposição ao sol ou dieta. Trabalha em conjunto com a vitamina A para fortalecer dentes e ossos. Crianças precisam de vitamina D para o crescimento. Sistema nervoso e coração dependem dela.

Ácido Fólico: Hidrossolúvel, vital na formação de glóbulos vermelhos e conversão de proteínas em energia. Necessário para o crescimento e divisão das células, recuperação de doenças e funcionamento perfeito do trato intestinal.

Inositol: Hidrossolúvel, ajuda na quebra de gorduras e nutre células cerebrais. Metaboliza gorduras e colesterol.

Paba - Ácido Para - Aminobenzóico: Hidrossolúvel, importante na quebra de proteína. Protege o corpo contra raios solares e ajuda a manter a pele saudável e suave. Um dos fatores que ajudam na formação do ácido fólico. Usado nas loções protetoras contra o sol.

Vitamina K: Lipossolúvel, essencial na coagulação do sangue. Encontrada no iogurte, alfafa, gema de ovos e verduras de folha. Controla hemorragias e sangramento interno.

Vitamina E: Lipossolúvel, ajuda na circulação e aumenta os glóbulos vermelhos. Há dois tipos. A E natural chamada de D - Alfa e a artificial, DL - Alfa. A natural permanece por mais tempo no organismo. Importante para a pele, órgãos reprodutores e músculos. Anticoncepcionais, óleos minerais, álcool, poluição do ar e água clorada podem causar deficiência de vitamina E no organismo.

Ácido Pantotênico: Hidrossolúvel, ajuda a converter gordura, carboidratos e proteínas em energia. A glândula suprarrenal e o sistema nervoso dependem dele. Auxilia na construção da célula e manutenção normal do crescimento. Útil no controle do stress físico e mental.

Bom agora vamos saber mais sobre os suplementos Multivitamínicos ou Poli vitamínicos;

O que são multivitamínicos ou poli vitamínicos?

Os multivitamínicos, também chamados de poli vitamínicos, são qualquer preparação contendo mais de uma única vitamina. Eles estão disponíveis em comprimidos e injeções.

No seu uso mais comum, os multivitamínicos (poli vitamínicos) são comprimidos que contêm diversas vitaminas e geralmente sais minerais. Multivitamínicos também podem estar disponíveis em outras formas, como tabletes ou em pó. Os multivitamínicos muitas vezes têm sua fórmula destinada a um certe segmento como: pessoas acima de 50 anos, pré-natais, crianças, ante-estresse, homens, mulheres, diabéticos, etc.

Uso dos multivitamínicos ou poli vitamínicos

Ao suplementar a dieta com vitaminas e minerais adicionais, os multivitamínicos podem ser uma ferramenta valiosa para aqueles com desbalanceamento na dieta, ou que tenham necessidades nutricionais diferenciadas. Pessoas com desequilíbrio alimentar podem incluir aquelas com dietas restritivas e as que não podem comer uma dieta nutritiva. Mulheres grávidas e idosos têm necessidades nutricionais diferenciadas, e algum multivitamínico pode ser receitado pelo médico.

Precauções em relação aos multivitamínicos ou poli vitamínicos

Ainda que multivitamínicos possam ser importantes para corrigir desequilíbrios na dieta, vale a pena ter precaução básica ao tomá-los, especialmente se a pessoa tem alguma condição médica. Mulheres grávidas devem consultar seu médico antes de tomar qualquer multivitamínico. Muitas deficiências graves de minerais e vitaminas requerem tratamento médico, e não podem ser tratadas com multivitamínicos vendidos em balcões de drogarias.

Multivitamínicos podem ser tóxicos se grandes doses de várias vitaminas e minerais forem ingeridas. Em especial, isso inclui vitamina A, vitamina D, vitamina B6, ferro e potássio. Além disso, várias condições médicas e medicamentos podem interagir negativamente com multivitamínicos. Para adultos normais, que tomam multivitamínicos para fins gerais de saúde, é recomendado que estes não contenham mais de 100% da dose diária recomendada de cada ingrediente.

Resumo:

As vitaminas são essenciais para o bom funcionamento e desenvolvimento do organismo. Cada uma procede de forma diferente e complementar e sua ausência pode acarretar em uma série de deficiências e doenças até mesmo graves.

Os suplementos de poli vitaminas são complexos com vitaminas e sais minerais, que nem sempre são ingeridos na alimentação diária. Muitas vitaminas não são produzidas pelo nosso corpo e são vitais para funções cerebrais e contração muscular, além da produção de energia.

A ausência desse complexo pode causar fraqueza muscular, diminuição da função imunológica, diminuição da memória, alterações cerebrais e intestinais entre outros.

Para quem pratica exercícios constantemente e atletas, é quase obrigatório a ingestão deste complexo, para suprir o desgaste causado pela atividade e para tornar o corpo capaz de sair da inércia e se superar.

É essencial para os atletas que visam crescimento muscular o cálcio, cobre, magnésio, fósforo, potássio, tiamina, vitaminas A e D e zinco. Para aumentar a energia, o ferro, magnésio, niacina, ácido pantotênico, fósforo, potássio, riboflavina, sódio, tiamina e vitamina b12

Fica a Dica!

Fique a Vontade para comentar!